Pular para o conteúdo principal

Numa cidade do interior.

Depois de alguns assaltos e sustos.
Resolvi mudar para uma cidade interiorana.
Achando que estaria livre de tudo de ruim.
No começo eu até gostei...
Apesar da falta de tudo.
Quando vim morar nessa cidade não tinha entrega de nada.
Sério.
Nem farmácia,pizza nada.
A tal felicidade me iludiu por exatamente um ano.
Eu esperava as crianças voltarem do colégio.
Nós íamos a praia.
Era tudo muito novo.
Apesar de velha para mim.
Que frequentava aquele lugar desde os 5 anos.
Apenas em época de férias.
Onde tudo era mágico.
Apesar da falta de tudo.
Amigos ainda vinham no fim de semana.
Isso me deixava feliz.
Descia para o Rio em outros.
Assim o tempo foi passando.
Eu me acostumando.
Mas na verdade nunca me adaptando.
Aquele lugar representava férias.
Entrei em depre.
Mais não dava conta disso.
Afinal tinha uma casa ,crianças e cachorros para cuidar.
Mas porque ela está reclamando??
Muitos vão se perguntar?!
Queria estar no lugar dela.
Afinal morar na praia ,numa casa com tudo.
Não é bem assim...
Sou totalmente urbana.
Abri mão de muitas coisas para estar ali.
Pela família e o bem estar de todos.
Mais e Eu?
As minhas conquistas.
Onde estão?
Adoro minha casa,meus filhos,meus cães,minha família.
Mais...
Falta algo.
Ontem em Icaraí .
Apesar de estar lá" n" vezes.
Senti algo diferente.
Lá tinha vida.
Tinha gente.
Em pleno domingo.
Lojas abertas.
Famílias na rua .
Passeando com cachorros.
Crianças rindo e chupando sorvete.
Tinha sabor de vida.
Domingo feliz.
Nada demais.
Meu pensamento foi lá atrás.
Lembrei do Joá,da Tijuca.
E vi que me precipitei em ter vindo morar numa cidade do interior.
Foi precoce.
A minha decisão.
Vim atrás de uma utopia.
Menos violência.
Coisa que aqui vem crescendo cada dia mais.
Crimes bárbaros.
Com toques de crueldades sinistras.
Coisa que até CSI investigação criminal .
Ficaria espantado.
Fora o tráfego .
Esse então .
Não estou dizendo que é só aqui que tem essas coisas.
Porque hoje em dia, não tem hora e nem local.
Mais para uma cidade pequena e sem estrutura.
Se tornou muito perigosa.










Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Craft room

Bom dia!!!
Quem não quer ter um cantinho só seu??!!!
Aquele espaço que cabe tudo,onde tudo esta milimetricamente no seu lugar,onde podemos,fazer aquela bagunça gostosa na hora que estamos criando...
Um lugar onde só entra aquilo que gostamos,o meu é assim ainda não está totalmente do jeito que quero.
Mas aos poucos eu chego lá....
viajando no mundo dos blogs vi cada um...Aff .
Queria um pouquinho de cada.
Alguns que me chamaram mas a atenção por serem rosas.
Mas não posso ser tendenciosa..
Então ai vai algumas fotos,
Espero que gostem.

Uma menina guerreira.

Conheci uma menina.
Ela tinha 7.
Eu 17.
Sempre tive vontade de ter uma irmã.
Ela se tornou minha irmã mais nova.
Empatia desde do primeiro olhar.
Envergonhada.
Parecia a Emília do Sítio do Pica Pau Amarelo.
Uma graça.
Saíamos juntas.
Cinema.
Teatro.
Restaurantes.
Shoppings.
Tudo que eu via.
Se me lembrasse ela.
Eu comprava para ela.
Moranguinhos.
Sapatos e roupas.
Biquinis.
Isso era um sério problema .
Porque ela odiava biquinis .
Ela foi crescendo.
Mudando.
Tendo opiniões.
Gostos.
Personalidade forte.
Fazia lista de pessoas não gratas.
Era uma figura.
Adorava dançar e cantar.
Sempre que podia eu incluia ela nos meus programas.
Veio a fase da adolescência.
Fase complicada essa.
Cheia de conflitos e paixões.
Dúvidas.
Erros e acertos.
Minha amiga,meio irmã.
Escolheu química.
Não sei se foi um pouco influência minha.
Por meu pai ser um químico industrial.
E eu sempre falo dele com um orgulho imenso.
Ajudei como pude nos estudos.
Porque sabia que ela prometia .
Tem um potencial.
Desde de …

Niver do Filhote...

Hoje é um dia mega especial!
Niver do meu primogênito.
Como tudo passa muito rápido.
Parece que foi ontem.
Filipe é o seu nome.
Primeiro em tudo.
Primeiro filho.
Primeiro neto de ambas as partes.
Primeira vez que me vi mãe.
Sabe como é né?!
Marinheira de primeira viagem.
Muito que aprender.
Errei muito.
Pois filhos não vem acompanhados de manual.
Cada um tem o seu jeito e o seu DNA.
Me lembro como se fosse hoje.
Primeira palavra "Brumm"
Tradução carro.
Sim ele é apaixonado por carros desde de sempre.
Fazia coleções de miniaturas Hot Wheels .
Sempre muito organizado.
Detesta que bagunce seu espaço e suas coisas.
Sistemático e teimoso.
Porém tem um ótimo coração.
Sua essência é linda.
Pena que está lá dentro de uma gaveta.
Guardada .
As vezes acho que é por medo de revelar o quanto é sensível.
Amigo.
Tem um sorriso contagiante.
Aprendi com ele o meu primeiro amor de verdade.
Mesmo com modos de pensar e agir diferentes.
Ele é, e sempre será meu primeiro amor.
O cara que gostava…