Pular para o conteúdo principal

Não é sobre ter e sim sobre ser...

Bem este fim de semana foi um aprendizado.
Sabe  aquele ditado do Ser e não do ter.
Bem assim.
Eu tenho uma sobrinha de 3 anos.
Linda.
Ela nasceu e eu era a tia mais babona de todo planeta.
Éramos unha e carne.
Amor sem fim.
Até o seu primeiro ano de vida.
Só que por questões familiares.
Que não me envolviam e nem ela.
Fomos afastadas.
Por problemas e erros de terceiros.
Me afastei de tudo.
Senti muita falta.
Era uma dor, que eu sentia verdadeiramente.
Enfim perdi quase dois anos do crescimento e desenvolvimento dela.
Mas sempre lembrava dela.
Quando via um brinquedo ou algo que me fizesse lembrar dela.
Pois o destino nos uniu de novo.
Sabe  há males que vem para o bem.
A mãe dela descobriu um câncer  de mama.
Eu não aguentei e fui ver se precisava de algo.
Nessas horas não importa brigas, ainda mais brigas que não são nossas.
Só quem é muito insensível agiria assim.
Quem não tem coração,sentimentos, enfim...
Voltamos como se nada tivesse acontecido.
Como se o tempo não tivesse passado.
O amor fala mais alto.
Nesse fim de semana eu passei o dia com ela.
Vendo vídeos,cantando ,jogando,montando quebra cabeças.
Coisas simples.
Não precisei dar brinquedos caros.
Ela só queria a minha atenção.
Meu carinho.
Estar ali apenas isso.
Dar comida.
Tomar banho coisas simples do dia a dia.
Mas quando se é feito com amor.
Não tem preço.
Ser feliz, não precisa ter .
Precisa apenas ser.







Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Craft room

Bom dia!!!
Quem não quer ter um cantinho só seu??!!!
Aquele espaço que cabe tudo,onde tudo esta milimetricamente no seu lugar,onde podemos,fazer aquela bagunça gostosa na hora que estamos criando...
Um lugar onde só entra aquilo que gostamos,o meu é assim ainda não está totalmente do jeito que quero.
Mas aos poucos eu chego lá....
viajando no mundo dos blogs vi cada um...Aff .
Queria um pouquinho de cada.
Alguns que me chamaram mas a atenção por serem rosas.
Mas não posso ser tendenciosa..
Então ai vai algumas fotos,
Espero que gostem.

Uma menina guerreira.

Conheci uma menina.
Ela tinha 7.
Eu 17.
Sempre tive vontade de ter uma irmã.
Ela se tornou minha irmã mais nova.
Empatia desde do primeiro olhar.
Envergonhada.
Parecia a Emília do Sítio do Pica Pau Amarelo.
Uma graça.
Saíamos juntas.
Cinema.
Teatro.
Restaurantes.
Shoppings.
Tudo que eu via.
Se me lembrasse ela.
Eu comprava para ela.
Moranguinhos.
Sapatos e roupas.
Biquinis.
Isso era um sério problema .
Porque ela odiava biquinis .
Ela foi crescendo.
Mudando.
Tendo opiniões.
Gostos.
Personalidade forte.
Fazia lista de pessoas não gratas.
Era uma figura.
Adorava dançar e cantar.
Sempre que podia eu incluia ela nos meus programas.
Veio a fase da adolescência.
Fase complicada essa.
Cheia de conflitos e paixões.
Dúvidas.
Erros e acertos.
Minha amiga,meio irmã.
Escolheu química.
Não sei se foi um pouco influência minha.
Por meu pai ser um químico industrial.
E eu sempre falo dele com um orgulho imenso.
Ajudei como pude nos estudos.
Porque sabia que ela prometia .
Tem um potencial.
Desde de …

Bom dia!!! Sextou...